A importância de um sistema de segurança eletrônica nas escolas

Hoje vamos falar sobre a “IMPORTÂNCIA DE UM SISTEMA DE SEGURANÇA ELETRÔNICA NAS ESCOLAS”.

Esse tema é uma preocupação constante para pais, professores e gestores das escolas.

E isso não é sem motivo.

Já que os crescentes índices de violência acabam por impactar até mesmo ambientes que deveriam ser seguros e saudáveis, justamente por serem os locais onde nossas crianças vão para se desenvolver e tornarem-se adultos sadios.

Nesse sentido, a violência e insegurança adentra as escolas por meio de:

  • brigas entre alunos;
  • eventuais abusos;
  • furtos de objetos da escola e dos alunos;
  • depredações e vandalismos;
  • drogas e violência;
  • e até mesmo abusos sexuais, como surgem notícias a todo o tempo, veja a mais recente.

Nesse sentido, a escola, enquanto uma instituição responsável pelo desenvolvimento de crianças e adolescentes tem um grande problema que é a sua segurança, de seus funcionários e, principalmente, de seus alunos.

E isso, inclusive, sob pena de responsabilização da própria escola, vamos falar sobre isso no próximo tópico!

Segurança na escola: dever de educar, orientar, disciplinar e proporcionar guarda e vigilância aos alunos

As escolas e estabelecimentos de ensino são, perante a própria lei, prestadoras de serviços e, por isso, sob sua atividade incidem algumas regras.

E a principal delas, ao menos para o nosso tema, é a guarda e vigilância dos alunos enquanto eles estejam sob as dependências da instituição de ensino.

Em outras palavras, é dizer que caso algum dano ou prejuízo venha a ocorrer a um aluno em razão da falta de segurança na escola, a instituição será responsabilizada.

Dê uma conferida nesse entendimento retirado do site do Tribunal de Justiça, pelo qual é possível perceber que as escolas podem ter que pagar indenizações aos alunos por causa de incidentes ocorridos pela “falta de cautela” ou então por “condutas omissivas”:

“A conduta omissiva de escola particular que, por não agir com a cautela necessária ao cumprimento do dever de guarda e vigilância dos alunos, causa violação à integridade corporal ou mental de um deles configura falha na prestação de serviço e gera direito à indenização por danos morais.”

Ou seja, o incidente que provoca prejuízos sequer precisa ser causado pela escola ou um de seus funcionários.

Basta que ele ocorra pela falta de segurança, eis que a responsabilidade será da escola.

Isso significa que brigas que não são separadas a tempo de prevenir que um aluno se machuque, podem gerar responsabilização.

Ou ainda, alunos que evadem e a instituição sequer fica sabendo para informar aos pais, também podem gerar responsabilização.

Isso sem contar eventuais ameaças externas de assaltantes, assediadores e outros criminosos.

Tudo isso é responsabilidade da escola!

E você sabe bem que o pagamento da indenização é o menor dos problemas, já que um incidente e o desgaste de um processo judicial indenizatório por falta de segurança escolar pode levar uma instituição de ensino à ruína em razão de notícias sensacionalistas.

E como evitar um problema desses? Por meio da segurança eletrônica.

A importância de um sistema de segurança eletrônica nas escolas

Agora que você já entendeu que a segurança na escola é uma questão vital e é de responsabilidade da instituição, você precisa conhecer uma das principais estratégias para aprimorá-la.

Um sistema de segurança eletrônica é um conjunto de equipamentos e dispositivos que trabalham em conjunto para garantir a segurança de uma determinada área.  

Podendo incluir equipamentos como: 

  • câmeras de vigilância; 
  • alarmes; 
  • sensores de movimento; 
  • sistemas de controle de acesso; 
  • e outros. 

Esses equipamentos trabalham juntos para garantir a segurança de todos e ajudar a identificar e prevenir qualquer ameaça à segurança.

Confira também: Controle de acesso para monitorar entradas e saídas

Em outras palavras, a instalação de equipamentos de segurança eletrônica nas escolas pode auxiliar a:

  • acompanhar o que acontece nas áreas comuns da escola, como corredores, salas de aula e áreas externas;
  • identificar qualquer atividade suspeita;
  • controlar quem tem acesso às áreas sensíveis da escola, como salas de aula e áreas administrativas, garantindo assim que somente pessoas autorizadas tenham acesso;
  • identificar brigas ou conflitos entre alunos;
  • averiguar eventos passados com vistas a identificar o que aconteceu em casos de agressões, depredações e vandalismos;
  • entre outros.

E saiba que todos esses equipamentos podem ser locados!

Conheça mais sobre o CFTV e o Controle de Acesso, equipamentos que com certeza irão proporcionar segurança efetiva para sua escola!

Confira também: Como funciona o porteiro eletrônico?

Entre em contato conosco agora mesmo e fale com nossa equipe de especialistas!

Locacess & Locatronic: responsabilidade e comprometimento com a sua segurança!

Este post foi útil?

Clique nas estrelas

Média / 5. Votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.